7 de outubro de 2011

Já deu, Você


Sabe o que é? Há poesia demais morando em mim, muita vontade de vida. E infelizmente, ou não, você não aguenta viver dessas delícias. Agora eu sei, meu bem, nosso tempo já passou e isso que fingíamos ter era só aquele medinho de mudanças que finalmente desgarrou-se de mim. Mudar, mesmo que incômodo no começo, faz um bem danado pra alma. Talvez eu até achasse que você era uma aventura, daquelas que você quer ter ao lado sempre pra não cair na rotina, sabe? Mas você virou rotina. Veja minhas asas, menino, repare, estão prontinhas pra conhecer essa imensidão de azul, há muita coisa me esperando pelo caminho e daqui de onde eu vejo, você não está nele.