14 de dezembro de 2012

Livre

Somos pássaros,
mas quando nos encontramos
o encaixe é da forma mais linda que poderia existir.

15 de novembro de 2012

Deixa eu gostar de você

Queria brincar de me esconder em você. Em seus sorrisos discretos. Nos seus olhares curiosos. Na sua boca atrevida. Assim, todinho em você, menino, que sabe fingir como ninguém que esse negócio de amor não chegou aí. Engraçado, pois vejo cada pedaço de você coberto dessa coisa doida. Dá vontade, sabia? E quero tê-lo.

Você. Aventuras. Perigos. Carinhos. Tudo que vem daí. Tão lindo. E bonito isso de te lembrar, ficar bem com esse teu sossego que invade essa minha vontade de explosão. E você explode comigo, aqui, e eu, sossego contigo, aí.

Eu não sei o que é isso não. Só que é bom. E só. Você sabe me desestruturar, assim, inteirinha. Abala todos os meus alicerces e desmonto por você. Com você. Vejo tantas coisas boas nisso tudo. E é leve, sabe?! To deixando chegar de mansinho, desse jeito teu. 

14 de outubro de 2012

Foi isso


Foi bonito, mas já foi, não é mais. Sorte minha ter boas lembranças, sorrisos que se completaram, olhares que se encaixaram, conversas que eu guardo aqui, no que a gente foi.

Foi amor, foi de verdade e, quem sabe, vai ser sempre. Mas daqueles amores que são pra virar histórias. Desses que ensinam a se doar por inteiro pra alguém, mas quando acaba, temos que pegar tudinho de volta. Deixar nada lá, porque um dia esse pedaço vai fazer falta e o perigo mora onde pode ser confundido e resultar em tentativas de retomar um relacionamento que não existe mais. Pegue suas malas e leve o que ficou de você também, não quero, não preciso.

Foi tudo que eu sempre quis, mas eu mudei, você mudou. E o que éramos foi junto. Não vou esquecer o que nós fomos, nem vou tentar, eu prometo com os dedos cruzados. Só que hoje eu quero mais, quero outros, quero o diferente. Quero que o universo caiba inteirinho nessas minhas vontades. E quero isso amanhã também e depois, e mais quantos depois existirem.

A vida, meu bem, essa é lindona que chega a doer. Mas não se preocupe não, dói de uma forma boa e gostosa. Busque isso também, deixa chegar o que te faz sorrir da melhor forma. Coisas lindas que estão por vir, pessoas pra encontrar, pra acontecer, pra permanecer, ou não. Abro a janela, vejo esse azul gigante, tentador de tão delícia que é, vou lá me lambuzar nisso tudo, vou junto com os pássaros. V-O-A-R.

11 de junho de 2012

[Des]conhecido


"Mas em toda história é nossa obrigação
Saber seguir em frente, seja lá qual direção
Eu sei..."


Chega a ser engraçado sentir saudades de você. É o mesmo que acordar cedinho com aquele sol bonito te invadindo. Ou comer aquele doce que só vó faz daquele jeito. É olhar o mar e ver a noite vir ao encontro daquela tarde gostosa. Faz cócegas por dentro, as borboletas ficam loucas por aqui. Faço questão de parar o mundo e deixar as lembranças chegarem de mansinho e, boba, fico rindo.

Rapaz, é só você chegar perto e parece que as estrelas todas estão dentro dos meus olhos, é felicidade tanta que transborda naquela explosão de um abraço seu. Começo a cantarolar qualquer música que fale de nós dois e, sempre, você completa. Conversas que fazem a gente esquecer a hora e às vezes até acho que o universo faz isso de propósito, pois ele sabe que você é o meu número e cabe em mim sem sobras.

Por isso que talvez seja engraçada essa saudade, você tornou-se necessário, o remédio exato para aquela dor que insiste em permanecer. Ainda não encontrei em nenhum canto a cura que só você teve até agora. Vem um sentimento de afinidade e cumplicidade quando penso em ti. Problema é pensar e não poder ter, tem a solução, mas não a pode usar. Isso tá doendo e vem rasgando sem cuidado algum, sem dó. O que era bonito tá ficando cansativo, não tá valendo a pena. Mas sinto um medo tão grande de te deixar ir.

E eu penso: Moça, é loucura ter medo, a vida tá acontecendo aí fora. As estrelas moram em você, por isso brilhe. Levante e voe. Essa imensidão de azul está te esperando, você não precisa de ninguém. Aprenda a transbordar sozinha. Tá pesado? Desapegue, seja leve o quanto puder. Permita-se ser.

*Inspiração que veio daqui  Tiê - Assinado Eu

8 de junho de 2012

Por que, Luz?

Porque foi você quem eu vi no primeiro dia de aula e percebi que tinha uma luz e um encanto natural. Porque eu decidi que deveria ter a sua amizade, pois senti que me traria muitas alegrias. Porque foi você que começou a me zoar entre todas as nossas amigas e de lá pra cá não parou mais. Porque te convidei pra ser dama no aniversário da minha irmã e sem conhecê-la você aceitou e foi até o fim, nesse dia foi a primeira vez que dormiu em minha casa, não é?! Porque depois que eu te conheci minha vida mudou muito e pra muito melhor, perdi alguns medos, um pouco da minha vergonha, passei por situações engraçadas, constrangedoras e até mesmo de brigas. Porque podemos ter várias fotos horríveis, mas não importa, estou contigo. Porque faço questão de te ver feliz, aí eu fico também. Porque a melhor viagem que eu já fiz você estava lá. Porque outras tantas viagens que planejo fazer, não imagino sem você. Porque meus maiores segredos estão com você e os seus estão comigo. Porque o réveillon mais divertido você estava junto e fez questão de contar minhas vergonhas para os outros no dia seguinte. Porque minha primeira festa caipirinha você tinha que estar lá também. Porque só tenho coragem de beber quando você está junto pra cuidar de mim. Porque o gato mais lindo do mundo foi você que me deu, se fosse fêmea faria questão de colocar o seu nome. Porque minha avó sempre que faz algum doce diferente me faz te chamar para provar. Porque já chegamos de madrugada tendo que pular o muro de casa e ainda dormir dentro do carro, que para nossa alegria estava aberto, pois ficamos trancadas e ninguém nos ouvia. Porque o verde é a sua cor, está nos seus olhos, e não deixo que ninguém se aproprie. Porque você me influenciou a ser loira, e apesar de eu ter gostado, deveria matar você por isso. Porque adoro roubar comida de você quando está comendo, você não sabe como é divertido te irritar. Porque quando está TPM só não fica mais estressada porque não tem duas de você. Porque é muito bom que ninguém ouse falar mal de ti, porque pra te defender eu faço o que for preciso. Porque em você eu vejo força e capacidade pra ter o que quiser. Porque a gente sabe que é de verdade, pois nosso carinho vai além de nós, já é de casa, já é da família. Porque apesar das suas loucuras, você é a pessoa que eu mais admiro por ter tanta responsabilidade e juízo. Porque em algum momento eu devo ter magoado você e peço desculpa, e caso isso venha a se repetir, já me perdoe, porque nem de longe é a minha intenção. Porque com você do meu lado sinto que posso ter o mundo. Porque tem coisas que eu não preciso falar e você já sabe, como eu sei de você também. Porque quando acontece qualquer coisa é pra você que eu conto primeiro. Porque você é a pessoa mais boba que eu conheço e dá risada de um jeito muito engraçado. Porque você sempre está ali pra me aturar quando eu preciso. Porque você sempre está ali pra puxar minha orelha quando necessário. Porque não é à toa que o seu sobrenome é Luz, você não só brilha, como ilumina a vida de quem está perto também. Porque você é minha amiga e eu tenho um orgulho grandão que poderia sair correndo e gritar, a fim de que o universo ouça, e quando cansar, repousar em um abraço teu. Porque é assim e não tem jeito, enlacei nossa amizade de um jeito bem bonito, a entreguei aos anjos mais camaradas de Deus e pedi com toda a humildade que há em meu coração que cuidem dela direitinho. 

19 de maio de 2012

...Só do Pierrot

"E a colombina só quer um amor
Que não encontra num braço qualquer
Essa menina não quer mais saber de mal-me-quer..."

12 de maio de 2012

Então, vem?

Beijaria-te até faltar o ar. Rasgaria as suas roupas ao arrancá-las do seu corpo. Sua camisa no chão, sua calça em cima da TV. Diria sacanagem no seu ouvido e sentiria sua respiração se acelerando no meu pescoço. Olharia sua cara de tesão e dando um leve gemido quando eu mordesse a sua orelha. Enlaçaria minhas pernas em sua cintura e arranharia lentamente as suas costas. A luz apagada e aquele samba tocando. Riríamos pela nossa falta de jeito e coordenação, coisas caindo e nós dois ali, tão entregues “como se não houvesse amanhã”. Você faria carinhos em meu rosto e falaria doçuras pra deixar leve nossa noite. Passaríamos toda a madrugada abraçados, conversando e rindo. Planejaríamos nossa vida dali em diante. Nossas eternas apostas em jogo Flamengo x Vasco, e como de praxe, o Flamengo sempre vencendo para minha felicidade. Reclamaria das minhas músicas e depois cantaria junto me acompanhando. Faria jantares românticos, mas me levaria em alguma lanchonete, pois queimou ou salgou demais a comida. Deixaria você escolher a cor do nosso casamento, só porque eu sei que azul é sua cor favorita. Brigaríamos na escolha da lua-de-mel, eu no Norte, você no Sul. Escreveria “eu te amo” toda manhã em algum lugar diferente da nossa casa. E[u]scolheríamos os nomes dos nossos 3 filhos. E assim iríamos, detalhes, sonhos, quem sabe realidade?! Envelheceríamos juntos, entre sorrisos, brigas, choros, alegrias. Porque nos transbordaríamos e isso é mais do que completo.