15 de maio de 2015

Nós

"e até quem me vê lendo jornal 
na fila do pão 
sabe que eu te encontrei..."

Não fazia parte do meu plano te conhecer, gostar de cada coisinha em você, amar tanto o que somos. Não era pra eu me apaixonar pelos seus olhares que já são tão meus, pelos olhos miudinhos que me entregam tanta ternura e te denuncia tão apaixonado também. Não era pra eu querer me entregar assim e ser inteiramente sua. Não era pra ser meu som preferido a sua risada. Nem ficar lembrando do seu jeito de chegar lindo, que me deixa ansiosa por aquele abraço nosso, no qual eu poderia morar pra sempre. E eu me sinto tão sua nos seus braços, sinto tanto carinho e tanta paz. Não era pra eu invadir aí e tumultuar tudo em você. Não era pra nada disso estar dando tão certo. Não era para o meu coração ficar como uma escola de samba enlouquecida quando você está perto. Não era pra você cuidar de mim do jeito que você faz. Nem era pra gente deixar rastros de amor por onde passamos. Não era pra você cantar e tocar meu coração dessa forma tão assustadora e profunda. Não era pra você ser tão incrível.

Não lembro de querer o mundo assim desse jeito como quero com você. E eu quero você. Todo. Meu. Quero todos os seus beijos, seus toques, seu cheiro em mim depois de cada encontro. E mesmo que seja encontros numerados e, até então, limitados... Eu quero! Quero você com seus medos, como você me quis com os meus, e cuidar de você e de nós. Eu nunca me vi nos sonhos de ninguém como eu me vejo nos seus, e você nos meus. Você, hoje, é um dos meus sonhos também. E não solta a minha mão, tá?! Me leva com você, em você. Você vai estar sempre em mim. E olha só o que você faz comigo... Até nos jogos do seu Botafogo eu vou imaginar você lá alucinado, enlouquecido e te confesso que vou até torcer pra te ver feliz, menos contra o Flamengo, é claro. Cada vez que eu olhar o céu, a noite, vou procurar a lua, porque me lembra você. E quando eu acabar dormindo sem o nosso "boa noite" eu vou acordar no meio da madrugada porque faltou nós. E todas as vezes que eu ouvir Los Hermanos? Porra! Você pegou eles pra você também e agora eles são tão da gente. E, amor, você xinga da forma mais engraçada, fofa e encantadora do mundo. Pois é... Vou te encontrar em tudo. E sabe de uma coisa? Eu mesma vou procurar por você nos lugares, nas pessoas, nas músicas. É você! Eu também sinto isso, sabe?! Somos nós dois... Nessa vida e até acredito que em outras vidas. E eu quero fazer com você todos os planos pra nós...

Bem... Não pega mal dizer todos os dias o quanto eu estou apaixonada por você, né?!