5 de setembro de 2016

Seus olhos

 Acho uma delícia quando você esquece os olhos em cima dos meus,  
ou quando sua risada se confunde com a minha
- Chico Buarque

Acordo de repente e te encontro ali, me observando, com seus olhares cheios de ternura. É um estado de tanta paz que me faz pegar no sono novamente. É como se eu encontrasse todo o amor do mundo através dos seus olhos e me sinto deliciosamente amada. Sua. Toda sua. Sinto como se estivesse nas nuvens, assim, bem piegas mesmo. Afinal, o amor é o sentimento mais piegas. E é bom, porque é assim.

Já te contei dos seus pequenos olhos, de como significam pra mim. Foi tão fácil me apaixonar por você e a culpa é deles. E ainda me apaixono todos os dias quando bem distraída pego eles em mim. É como se eu coubesse neles, como se eu coubesse em você. Tão bom acordar do seu lado e ver toda proteção e cuidado nessas duas bolinhas cor de areia, e você me dá aquele sorriso de canto de boca, o seu dente torto aparece ali no meio, seus olhos miudinhos se apertam ainda mais.

Seus sorrisos enchem meus dias de tranquilidade, transformam tudo em poesia, deixam colorido tudo que é preto e branco. Eles trazem mais alegrias para a nossa rotina. E quão feliz eu sou de ter os seus sorrisos pra encontrar os meus. Como é bom ter o seu corpo quente pra esquentar o meu também. Ter os seus braços pra me envolver nos seus abraços. Fico toda serelepe quando ouço o barulho das chaves na porta e te vejo lindo, chegando pra mim. É tão gostoso o seu cheiro e eu torço sempre que ele fique na minha pele.

Talvez eu me perca toda vez que me encontro nos seus olhos apaixonados. E que eu me perca sempre pra tantas outras vezes me encontrar em ti, assim, perdidamente apaixonada.

2 de setembro de 2016

Fiz da sua camisa de basquete o meu pijama preferido

Até que gosto das nossas brincadeiras de apelidar, você sempre arranca de mim as gargalhadas mais intensas e eu te faço cócegas, porque a minha criatividade cisma de me trair. Talvez eu não tenha te contado ainda, mas o motivo mesmo pra eu pedir que me busque na faculdade, é que me sinto uma adolescente desses filmes de romance, mesmo que já estejamos nessa vida louca e adulta. E falando em ser adulta, tudo nem parece tão chato, tedioso e cansativo, você traz essa leveza para os meus dias, pode se gabar. Olha, sei que dou um trabalhinho de vez em quando, mas juro que estou tentando e sei que você também. Sei do seu grande amor quando me olha com esses olhos cor de areia; é, é isso, acho que eles tem cor de areia. Sei também quando vem me invadir com esses teus beijos, pois é assim que me sinto, inteira de você. Eu sempre lembro das nossas conversas lá do comecinho, sabe? As promessas de acertar quando não estiver legal, de ser ainda mais paciente quando parecer já estar no limite, e principalmente aquela que eu fiz a você, de não desistir de ti. E não vou. Ah! Gosto do cheiro da sua barba, é o teu cheiro. Seu perfume é bom, mas nada se compara a esse teu cheiro de pele. Roubei a sua camisa de basquete pra mim e não devolvo. Amo a sua cara quando ri de algo muito engraçado, é tão estranha, mas amo e dou risada junto, só por causa da sua careta. Acho estranho também o fato de nunca usar meias. Vou te dar uns 10 pares no seu aniversário. Meu libriano menos indeciso do mundo. Preciso aprender contigo um pouco de organização, o que seria de nós sem você para planejar nossas viagens? Apenas a sua parte do guarda-roupas que não podemos considerar organizada. É uma zona. Posso pedir que cante mais? E que toque violão também? Fico tão encantada quando te vejo cantarolando. São os detalhes, eles que tornam tudo tão grande como é, não que tenha sido difícil eu me apaixonar por você, foi até bem fácil, mas são os detalhes. Como a sua voz sonolenta de manhã me pedindo pra ter cuidado na rua, seus sermões pra usar as duas alças da mochila, a sua preocupação quando ando de bicicleta, eu sei da minha péssima coordenação, os seus cuidados quando estou mal, os seus gritos pra eu tirar os pés do chão e calçar chinelos. São esses e outros tantos detalhes que fortalece nós dois e não nos deixa perder a pureza desse sentimento tão bonito. Esse amor.

6 de julho de 2016

Imperativo

gosto de poder controlar tudo sim, é meu defeito, infelizmente tenho alguns, mas espero que saiba lidar com eles, saiba cuidar de mim quando eu mais preciso, porque sim, são quando nossos defeitos transparecem que mais precisamos de alguém que diga "eu estou contigo". espero que possa me segurar quando o meu mundo parecer desabar. desejo profundamente que queira secar minhas lágrimas quando em desespero eu não souber cessa-las. peço que me desarme quando estiver brava e me faça dar aquelas gargalhadas gostosas que só você sabe arrancar de mim. quero que seja a calmaria quando tudo aqui dentro estiver em completa desordem. e está. insista em nós, insista no nosso amor, insista nas coisas mais lindas que despertamos um no outro. me acorde numa noite qualquer às 2:30h da madrugada pra fazer amor. me chame de sua repetidamente e diga que é tão meu também. faça um dengo e traga chocolates quando a tpm chegar, porque por mais que eu pareça forte, sou sim uma menina que às vezes só quer um mimo. faça comigo todas as suas vontades, sou sua amiga e companheira e quero estar com você. desculpa sufocar. não me deixe sozinha nas noites frias. nem nas quentes. faça um nescau pra mim numa tarde qualquer. falte um dia no trabalho e me leve pra um lugar diferente, faça surpresas. não deixe morrer o que há de mais bonito em mim. me traz de volta quando eu estiver indo por um caminho que não seja de amor, não me deixe ir, me faça ficar. me ame todos os dias como se o amanhã fosse incerto. olhe pra mim como se fosse o primeiro encontro, a primeira chegada, a primeira vez que me viu depois que soube estar mais que apaixonado. torne ainda mais azul os nossos dias, azul céu e que este seja o limite do nosso amor, a imensidão do céu. demonstre a insatisfação com o que incomoda, eu te peço, eu quero acertar. deixe todos os dias o beijo na minha testa quando sair pra trabalhar antes de mim, e deixe de preguiça, faça o café. me proteja de mim quando as neuras baterem, quando o ciúme cegar e a curiosidade apertar. diga que sou o seu amor, sua rainha, seu bem, diga muito, diga sempre. segura forte a minha mão. continue sendo o meu lar e fazendo morada em mim. me ensina o que não sei e tenha paciência com o que for difícil pra mim. vamos amar baixinho, tão baixinho que só seja audível pra nós dois, uma melodia leve e que seja aconchego.

5 de julho de 2016

Quem sabe?

Talvez eu tenha medo
Talvez eu tenha vontade
Talvez eu tenha coragem
Talvez a solidão doa
Talvez o amor cure
Talvez os laços virem nós
Talvez fique mais azul
Talvez seja mais difícil do que parece
Talvez a gente tenha que se adaptar
Talvez a gente tenha que fazer escolhas
Talvez esteja certo
Talvez esteja errado
Talvez seja aprendizado
Talvez eu amadureça
Talvez o coração endureça
Talvez a fé vá embora
Talvez eu fique mais forte que nunca
Talvez seja dúvida
Talvez a certeza venha logo
Talvez seja prioridade
Talvez importe
Talvez seja tudo
Ou nada

2 de junho de 2016

Você fica?

Se o feijão ficar duro e o arroz sem sal
Se eu dormir antes de você
Se você tiver que acordar todos os dias cedo e me levar no ponto
Se eu me assustar um pouco com o funcionamento da máquina de lavar
Se eu for um pouco desastrada
Se meu raciocínio for um pouco lento e você precisar me explicar umas três vezes ou mais

Meu bem, você fica?

Se eu tiver um cadinho de ciúmes
Se eu quiser você só pra mim
Se eu grudar tanto em você

Você fica?

Se eu deixar de colocar açúcar no suco
Se eu colocar mais café que leite no seu copo ou se eu esquentar o leite
Se por acaso e esquecimento eu deixar as luzes da casa acesas
Se você perceber que eu preciso mesmo de você na minha vida
Se eu não conseguir dormir sem você
Se eu não conseguir dormir sem estar completamente entrelaçada a você

Meu bem, você fica?

Te prometo beijinhos em cada chegada sua, carinhos em público e na hora de deitar
Ser sua mais fiel parceira e amante mais entregue
Te prometo tentar cozinhar, deixar a casa aconchegante pra nós
E caso eu não leve jeito, deixar que contrate alguém
Te prometo que vou cuidar de você, te acompanhar nos jogos do seu Botafogo
E não ligar muito quando preferir ir sozinho
Te prometo que vou buscar sempre a nossa felicidade e tantas outras coisas boas
Te prometo que vamos pedalar na orla de Icaraí
Comer aquela pizza na Cantareira
E também aquele hámburguer húngaro
Mesmo que eu esteja sempre de dieta
Te prometo não te deixar dormir sem antes fazer as pazes depois de alguma briga boba

Meu bem, você ficar se eu te contar que é o você o amor da minha vida
Que sou louca por você
E sempre serei?

Você fica?

22 de janeiro de 2016

Sobre ele, o meu moço de olhos miudinhos

Amo a cara que ele faz quando digo que o amo, assim, do nada. Amo quando ele espreme os olhos de tanto rir. Amo o jeito dele de cuidar como se eu fosse a coisa mais frágil do mundo. Amo o jeito como ele me admira por saber da força e coragem que tenho e que às vezes nem eu sei onde encontrar. Amo quando dormimos juntinhos e a minha respiração se confunde com a dele. Amo quando nossos corpos se juntam e formam o encaixe mais perfeito que já vi. Amo que ele se esforce por nós, mesmo parecendo algo tão natural. Amo que ele faça querer dar certo. E dá certo. Amo a entrega dele, até quando tudo parecia tão improvável. Amo a bondade que ele tem no coração e talvez por isso eu queira protegê-lo dos aproveitadores. Amo o bom-humor e a simpatia que ele tem, mesmo que eu fique com um cadinho de ciúmes. Amo até quando ele gosta de me provocar. Amo as piadas sem graça dele, porque até assim ele é engraçado. É uma graça o meu amor. Amo como ele valoriza a família e dá realmente importância a isso. Amo que tente me fazer surpresa. Amo também que não consiga fazer surpresa e quase sempre acaba me contando o que é. Amo ficar com raiva quando ele tenta me matar de curiosidade. Amo que ele insista pra eu sair, me divertir, passear com amigos. Amo sair e me divertir com ele. Amo que ele seja o meu melhor amigo. Amo que ele seja o meu lar e, hoje, eu não encontre lugar mais aconchegante do que em seus braços. Amo ficar toda ansiosa quando estou para vê-lo, parecendo uma menina. Amo quando ele está sem boné, pois me sinto ainda mais íntima dele. E ele sabe disso. Amo olhar pra ele, dedilhar o seu corpo, explorar cada parte, porque, pra mim, é sim uma novidade alguém ser tão meu assim, como ele é. Amo fazer planos com ele, dividir os sonhos e sermos uma realidade um para o outro. Amo ouvir ele cantar. Amo quando ele canta pra mim. Amo acordar, olhar para o lado e ele estar lá. Amo que seja ele o meu amor. Amo saber do desejo todo que ele tem por mim. Amo ser cheia de desejo por ele também. Amo que ele seja tão gentil, carinhoso, romântico. Amo tudo nele, inclusive aquilo que ainda não conheci. Amo até os seus defeitos, suas manias e o seu louco amor pelo botafogo. Amo fazê-lo feliz. Amo ser dele e amo que ele seja tão meu. Amo saber que todo esse amor vai existir sempre em nossos corações. Amo não ter medos, dúvidas ou insegurança sobre esse sentimento. Amo esse moço, o meu moço de olhos miudinhos.