22 de janeiro de 2016

Sobre ele, o meu moço de olhos miudinhos

Amo a cara que ele faz quando digo que o amo, assim, do nada. Amo quando ele espreme os olhos de tanto rir. Amo o jeito dele de cuidar como se eu fosse a coisa mais frágil do mundo. Amo o jeito como ele me admira por saber da força e coragem que tenho e que às vezes nem eu sei onde encontrar. Amo quando dormimos juntinhos e a minha respiração se confunde com a dele. Amo quando nossos corpos se juntam e formam o encaixe mais perfeito que já vi. Amo que ele se esforce por nós, mesmo parecendo algo tão natural. Amo que ele faça querer dar certo. E dá certo. Amo a entrega dele, até quando tudo parecia tão improvável. Amo a bondade que ele tem no coração e talvez por isso eu queira protegê-lo dos aproveitadores. Amo o bom-humor e a simpatia que ele tem, mesmo que eu fique com um cadinho de ciúmes. Amo até quando ele gosta de me provocar. Amo as piadas sem graça dele, porque até assim ele é engraçado. É uma graça o meu amor. Amo como ele valoriza a família e dá realmente importância a isso. Amo que tente me fazer surpresa. Amo também que não consiga fazer surpresa e quase sempre acaba me contando o que é. Amo ficar com raiva quando ele tenta me matar de curiosidade. Amo que ele insista pra eu sair, me divertir, passear com amigos. Amo sair e me divertir com ele. Amo que ele seja o meu melhor amigo. Amo que ele seja o meu lar e, hoje, eu não encontre lugar mais aconchegante do que em seus braços. Amo ficar toda ansiosa quando estou para vê-lo, parecendo uma menina. Amo quando ele está sem boné, pois me sinto ainda mais íntima dele. E ele sabe disso. Amo olhar pra ele, dedilhar o seu corpo, explorar cada parte, porque, pra mim, é sim uma novidade alguém ser tão meu assim, como ele é. Amo fazer planos com ele, dividir os sonhos e sermos uma realidade um para o outro. Amo ouvir ele cantar. Amo quando ele canta pra mim. Amo acordar, olhar para o lado e ele estar lá. Amo que seja ele o meu amor. Amo saber do desejo todo que ele tem por mim. Amo ser cheia de desejo por ele também. Amo que ele seja tão gentil, carinhoso, romântico. Amo tudo nele, inclusive aquilo que ainda não conheci. Amo até os seus defeitos, suas manias e o seu louco amor pelo botafogo. Amo fazê-lo feliz. Amo ser dele e amo que ele seja tão meu. Amo saber que todo esse amor vai existir sempre em nossos corações. Amo não ter medos, dúvidas ou insegurança sobre esse sentimento. Amo esse moço, o meu moço de olhos miudinhos.